Category: Artigos de homens de Deus
O sacrifício de estar envolvido com libertação
Vanessa Lampert | 22 de dezembro de 2012 | 20:13 | Artigos de homens de Deus | 8 comentários

(Retirado das páginas 168 e 169 do livro “Crentes Possessos”, de David Higginbotham, Editora Unipro)

“Outro falso ensinamento, que infelizmente parece ser muito comum, é que aqueles que entram para o ministério de libertação sofrerão ataques demoníacos terríveis e não conseguirão viver uma vida normal por ser este um chamado muito difícil. Autores de vários livros vistos nas prateleiras de livrarias cristãs alegam que, por estarem na linha de frente da guerra espiritual, têm de lidar com visões demoníacas, não podem se casar ou ter filhos, ou devem sofrer de alguma doença incurável porque eles intervêm por aqueles que estão endemoninhados.

É ridículo e antibíblico! Não posso contar o número de demônios que minha esposa e eu já expulsamos – muito menos os que todos os outros pastores com quem trabalhei expulsaram durante anos. Tenho pregado direta e enfaticamente contra aqueles que praticam feitiçaria nas igrejas, levantando a ira das igrejas africanas locais que misturam espiritismo com cristianismo. Bruxas têm feito sacrifícios contra mim e os demais pastores, na intenção de destruir nossas igrejas e nossas vidas, mas nunca passamos sequer uma vez por qualquer tipo de tormento que esses autores mostram em seus livros. Minha esposa e meus filhos são felizes, saudáveis e abençoados, como são as famílias dos pastores que conhecemos. Perseguições fazem parte de nossas vidas, mas não somos, de modo algum, atormentados ou amarrados pelos demônios!

O Deus que expulsa os demônios quando eu oro é o mesmo que coloca Seus braços carinhosos de proteção ao nosso redor. Mas se um dia eu me tornar tolo o suficiente para virar as costas para Ele, posso estar certo de que o diabo terá imenso prazer em usar essa pequena brecha para me destruir depois de todos os anos que passei lutando contra ele. A única conclusão que chego sobre aqueles que estão envolvidos em guerras espirituais, mas que também estão sob a opressão, é que eles mesmos estão endemoninhados e ainda não conhecem a plenitude da presença de Deus em suas vidas.

Somos todos chamados para lutar nessa batalha contra o trabalho do diabo em nossas vidas e em nossas famílias e amigos. Toda igreja tem a obrigação de ensinar a seus membros como vencer as lutas, o que significa que em toda igreja deveria ter o ministério de libertação, junto aos outros ministérios que Deus chamou Sua igreja para realizar. Ninguém tem de sofrer com tormentos do diabo apenas porque ora contra ele.

Qualquer um que aprende a vestir toda a armadura de Deus, e age na ofensiva, pode ver frutos muito maiores em sua vida do que aqueles que desejam ficar do lado de fora. Assim como Jesus e Seus discípulos trataram a libertação das pessoas dos espíritos maus como uma parte comum de suas vidas, assim também devemos fazer.”

David Higginbotham

(Retirado das páginas 168 e 169 do livro “Crentes Possessos”, de David Higginbotham, Editora Unipro)

Como Deus Fala com Você
Vanessa Lampert | 26 de novembro de 2009 | 10:07 | Artigos de homens de Deus, Estrutura | 3 comentários

By Bispo Renato Cardoso

No dia 4 de novembro de 1995, Yigal Amir, um israelita e estudante de direito, assassinou o então primeiro ministro israelense Yitzhak Rabin porque, segundo ele, Deus lhe havia mandado. Em maio de 2003, a texana Deanna Laney, mãe de três filhos, esposa dedicada e membro do coral de sua igreja, matou seus dois filhos de 6 e 8 anos, e esmagou o crânio de seu bebê de apenas 1 ano de 2 meses. Em seguida, telefonou para a polícia e disse calmamente: “Acabei de matar meus filhos. Deus me mandou fazer isso.”

Quando ouço histórias como essas, meu pensamento é: ou Deus enlouqueceu ou o Deus que eu creio é muito diferente daquele que essas pessoas crêem.

Os dois exemplos acima podem ser um pouco extremistas, mas ilustram bem o que pode acontecer quando as pessoas não reconhecem a verdadeira voz de Deus. Todos os dias, pessoas em todo o mundo tomam decisões baseadas na crença de que foi Deus quem mandou. Quantas pessoas, por exemplo, não se casam pensando ter encontrado uma pessoa segundo a “vontade de Deus” só para, mais tarde, descobrirem que cometeram um terrível engano?

A verdade é: Quem não quer ouvir Deus falar?

Mas como Deus fala conosco? Podemos identificar Sua voz com facilidade? Como podemos ser mais sensíveis a ela? Pode o diabo falar conosco fazendo-se passar por Deus?

Vamos explorar mais este assunto.

Eu diria que 99% do que Deus quer nos dizer está escrito na Bíblia. O 1% restante refere-se aos diferentes meios usados por Deus para chamar a nossa atenção para os outros 99% que Ele de alguma forma já disse em Sua Palavra.

Ou seja: É extremamente importante que você não se desvie da Palavra de Deus ao buscar a direção dEle para sua vida. Sonhos, visões, sinais, profecias ou qualquer outro tipo de “revelação” especial vão levá-lo ao lugar errado.

Os cristãos mais confusos que já conheci são exatamente aqueles que já estiveram profundamente envolvidos com esses tipos de crença. Isso porque o diabo usa essas coisas para falar com as pessoas fingindo ser Deus.

Por várias vezes, Deus afirmou que Sua Palavra jamais mudaria. Ele tem um compromisso com ela. Ele não é como os políticos, que prometem e não cumprem; tampouco tem problemas de memória para Se esquecer do que diz. Sendo assim, não há outra palavra, conselho ou revelação mais segura, certa ou confiável do que a Palavra de Deus. Você estará seguro se estiver apegado a ela.

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” 2 Timóteo3.16,17

Tendo dito isto, é importante que você considere as Escrituras como um todo, analisando cada versículo que lê de acordo com o contexto. Versículos bíblicos isolados podem facilmente levar a consequências desastrosas. Deus nos deu a fé e a inteligência a fim de serem usadas juntas para o nosso próprio benefício. Se você usar somente a fé, vai se tornar um fanático. Se usar somente a inteligência, vai se tornar um incrédulo estúpido.

Deus fala com você através da Sua Palavra. Por isso, leia a sua Bíblia e medite no que está escrito. Participe das reuniões de estudo bíblico às quartas-feiras na Igreja Universal para que possa aprender mais e crescer espiritualmente como cristão. Dedique mais tempo para ouvir a Deus e Ele falará mais com você. É surpreendente o quanto você pode se beneficiar ao assistir menos TV, ouvir menos música ou ler menos jornal para gastar mais tempo com a Palavra de Deus. Experimente.

Aquele que tem ouvidos, ouça. Você tem?


Escrito por: Bispo Renato Cardoso.


Clique aqui para acessar o blog do Bispo Renato.

.